“3 anos: a Luta continua!”

Liberdade daqui a: 916 dias!

… E então uma pequena luz… não, três pequenos pontos de luz desenharam-se na Treva!

Pequenos, primeiro qual fogo-fátuo, depois três pontos de luz intensos, luz quente, de ternura! Luz de amor…

Aí está ela, a “ninhada”. No momento de maior desespero, quando tudo me esmaga… a viragem da maré, a simples verdade que tudo vence, a epifania. A razão superior para continuar a Lutar; o verdadeiro tesouro, o meu ouro, a minha riqueza; o sopro que faz com que eu reviva: os meus filhos!

No dia do Pai – 19 de Março de 2017, domingo passado – a “ninhada” viu, ouviu e sentiu o Pai desanimado. A Leonor leu o texto da passada semana: “Treva”.

Durante a visita de dia 19 falámos ainda sobre os nossos filmes preferidos. No “top+”, a trilogia “O Senhor dos Anéis”, particularmente, “O Regresso do Rei”.

O regresso do Pai a casa. Muitas vezes digo-lhes que estou preso em “Mordor”, no meio de Orcs e Troll´s. Outras vezes explico-lhes as influências que a cultura judaico-cristã exerceu na obra maior de Tolkien.

Na última visita falámos no “Regresso do Rei” e de um episódio do Antigo Testamento que pode ter influenciado o capítulo do “Caminho dos Mortos”, quando Aragon convoca um exército de mortos para combater contra o Mal: Ezequiel, 37, 1-14!

Esta passagem do Antigo Testamento também é conhecida por “Ezequiel e o Vale dos ossos secos”.

Ezequiel tem uma visão: um vale cheio de ossos espalhados, ressequidos, significando o domínio, a destruição e o exílio a que tinha sido sujeito o povo de Deus.

Deus diz então a Ezequiel que não abandonou o Povo escolhido e com o seu “sopro” ou “espírito”, vai cobrir os ossos de nervos, “fazer crescer carne” e revestir de pele esses restos inertes.

Deus colocou de pé estas ossadas, insuflou-lhes vida. “Era um exército imenso”.

No “Senhor dos Anéis: O Regresso do Rei”, também as ossadas ganham vida sob a forma de espectros de cor verde, fortemente armados, aterradores, ao serviço do Rei!

O que fez o meu incansável “Secretariado” e a “ninhada”? Aquilo que o(a) Leitor(a) pode ver na imagem que acompanha este texto: formaram um exército, relembraram ao Pai que não está sozinho, tem um invencível exército a apoiá-lo!

Não permitem que eu desanime, chamam-me à luta, iluminam a “Treva”, indicam-me o caminho!

Retribuem tudo, devolvem-me as palavras por mim invocadas, por mim lidas e comentadas: “Não é necessário um grande poder para combater o Mal” (a adversidade ou a derrota), uma vez que apenas são necessários pequenos “actos simples de bondade e amor incondicional”.

Eis o acto simples dos meus enormes guerreiros!

Todos os dias, aqui, são vésperas de batalha, muitas delas, a maior parte, já ontem perdidas!

Mas com um exército destes, uma legião de Amor, é impossível no final da guerra, perder.

Em Ezequiel, o Espírito de Deus dá força, renova, revigora, é garantia de Vitória.

Sou agnóstico. A minha religião é o Homem, a minha Família.

Aqui, na terra dos Orcs, aposta-se fortemente na vinda do Papa Francisco, na possível amnistia.

Muitos, de repente, são vistos nas alas com a Bíblia debaixo do braço a passear; muitos reúnem-se a rezar.

Muitos, agora que Maio se aproxima, apostam no Êxodo daqui de “Ébola”, esquecendo-se que no livro que transportam ostensivamente nas suas caminhadas, no “Pentateuco”, em “Êxodo 20, 1-17”, pode-se ler no 2º Mandamento, que não se deve invocar o nome de Deus em vão em vista a coisa vã ou falsa!

Que curiosidade tenho eu de os ver se não vier a ansiada amnistia que os faz agora, de forma descaradamente oportunista, tão devotos e crentes: apostasia a rodo em “Ébola”!!!

Respeitando quem verdadeiramente crê… a minha crença e a minha força está neste pequeno mas determinado exército: a “ninhada”! Obrigado, meus amores!

Este texto era para ser um texto de balanço, uma vez que no dia 29 de Março de 2017 é o dia em que se cumprem 1087 dias, 155 semanas, 3 anos! Inacreditável!!!

Dia 29 de Março de 2017 é o dia em que, desde que o meu “filho-homem” nasceu, uma dolorosa e revoltante estatística se cumpre: passaram 1049 dias desde que o Jr. nasceu, 25.176 horas.

Destes 1049 dias, apenas 13 dias eu estive com ele!

Dessas 25.176 horas, apenas 312 horas partilhei com ele!

Percentualmente, estive 14% dos dias da vida do meu guerreiro na sua companhia; 1% das horas de nossas vidas um com o outro!

Mas como eu não sou um economista, sou um humanista, e como sei que o Amor que tenho por ele não é mensurável: nós aguentamos!

Este texto era para ser de balanço e de alguma auto-comiseração, mas o meu “exército-ninhada” chama-me às armas, quer que eu lute, e os acontecimentos também não permitem, ainda, o descanso, o repouso, a balança, a contagem das vítimas.

Este espaço prova-o, as minhas palavras demonstram e os eventos diários dão-me razão:

A semana passada deixei-vos que o Tribunal da Relação não permitiu a minha presença na audiência do meu recurso, ferindo um direito constitucional que me assiste.

Esta semana, na RTP3: Ricardo Salgado não estava obrigado, ou era necessária a sua presença no Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão de Santarém, onde se encontra o recurso do arguido Ricardo Salgado, mas o mesmo, palavras suas à jornalista: “Quero estar presente para tirar notas!”

Eu não pude estar na audiência do meu recurso! “Não desistas! Luta, Pai!”

A audiência do meu recurso no Tribunal da Relação de Lisboa realizou-se. Ainda não sei bem o que se passou: somente 5 minutos de telefonema para a advogada! “Luta, Pai! Não desistas!”

O que sei, e assumo a soberba intelectual (mas a corrupção não!), é que mais uma vez se cumpriu aquilo que aqui escrevi: “[…] Os recursos da Relação demoram em média 8 a 9 meses (até mais).

Se assim for, em Julho de 2017 “vou para a rua” por excesso de prisão preventiva: 3 anos e 4 meses!

Burro, idiota, João! Foste lembrar os tipos disso! Assim não deixam passar os prazos como fizeram aos traficantes que estavam presos em Monsanto! Calma, os meus recursos vão ter decisões rápidas, acreditem! Tem sido confirmado tudo o que aqui escrevo![…]

Este é um excerto do texto, “Promessas”, publicado neste blogue no dia 26 de Setembro de 2016!

Cumpriu-se o previsto: 4 meses até à audiência e, pasmem, no dia 6 de Abril de 2017, treze (13) dias após a exposição da minha advogada oficiosa, a decisão da Relação!

No dia 5 de Abril de 2017, Armando Vara, cerca de 2 meses após a sua audiência na Relação, conhece a decisão; eu: treze dias após!

Da falta de celeridade da Justiça não posso eu queixar-me! Como? Já tinham a decisão tomada? O acórdão feito? Então para quê a audiência?

Do pouco que sei do que se passou, um pormenor preocupa-me: nos escassos 5 minutos de relato dos trabalhos, foi-me comunicado que o colectivo de Venerandos Desembargadores aquando da abertura da audiência, transmitiram à minha defensora oficiosa que estavam receptivos ao debate sobre a violação de segredo de funcionário agravado!

Então e a Corrupção?!? Não interessa? Já decidiram? Fica como está?!?

Possivelmente percebi mal! São só 5 minutos para tudo, um telefonema de cinco minutos e eu não pude assistir… vamos serenamente aguardar, não é!?! “Luta, Pai! Não desistas!”

Agora a “cereja no topo” deste cozinhado bolo!

Sou notificado aqui em “Ébola”, despacho datado de 17 de Março de 2017, que devo continuar em prisão preventiva, assim como os meus 4 co-arguidos presos.

Os argumentos invocados para mim: os mesmos! Tenho perigo de fuga por causa da minha rede de contactos, perigo de continuidade de atividade criminosa porque os meus crimes vão para além da minha actividade profissional (não perguntem porque também eu não sei o que isto significa!)

E, claro, perturbo a ordem pública porque os órgãos de comunicação acompanham o caso e eu contribuo para isso!

Agora o espectáculo! Três dos arguidos presos, por disporem de elevados rendimentos, aliado às ligações que têm no estrangeiro, podem fugir, logo, devem permanecer presos preventivamente!

Mais, não sabendo do paradeiro dos bens e do dinheiro destes (no final da investigação e julgamento!) devem permanecer presos!

Um destes três recorreu para a Relação de Lisboa da medida de coacção: “saiu-lhe” no sorteio a 9ª Secção e viu mantida a prisão preventiva!

Recorreu de novo e “saiu-lhe” a 3ª Secção! Encontra-se desde dia 15 de Março de 2017 em casa com pulseira eletrónica!!! “Luta, Pai! Não desistas!”

O ridículo da “coisa”: despacho datado de dia 17 de Março de 2017 obriga este meu co-arguido a ficar na prisão descrevendo-o como o “terrível dos terríveis”! Ele está em casa desde 15 de Março!

Quem é este co-arguido? É somente o sujeito que deu início à investigação, tendo aparecido depois o arguido Paulo Martinho, e, brinde para alguns, o Inspector João de Sousa a falar ao telemóvel com este último!

Este co-arguido que, finalmente, se encontra em casa com pulseira, foi condenado a 5 anos e 6 meses pela prática dos crimes de branqueamento de capitais e fraude fiscal qualificada!

Eu fui condenado a 5 anos e 6 meses pela prática dos crimes de corrupção e violação de segredo de funcionário agravado! Estou, ainda, preso em “Ébola”! “Luta, Pai! Não desistas!

Esta semana visitaram-me e eu cumpro sempre a minha palavra: no dia 29 de Março de 2017, um dia Félix para ti!

Estou aqui há três anos e os factos, a realidade, dão-me razão! Aguento não porque sou forte ou corajoso: o conseguido, a força, o ânimo, pouco de mim é, e muito a outros devo! Devo à “ninhada”, à “mãe da ninhada”, à Ana, aos sogros, aos pais, aos padrinhos, às visitas, ao André, ao Manuel que nem sequer conheço pessoalmente, à minha jovem advogada oficiosa, a corajosa e incansável Dra. Sónia, aos comentários de todos Vós, particularmente àqueles que por mim velam e de quem tenho saudades e aos que não esquecem a Dignitas!

Este é o verdadeiro exército que ao longo destes três anos tem lutado ao meu lado!
O ouro, os diamantes, os contactos, são estas pessoas, este é o meu património, a minha incomensurável riqueza.

O sopro divino que me faz voltar à vida, a energia divina, o meu sangue, músculos, vontade, são aqueles três pequenos seres que vocês podem ver na imagem!

Vou acabar com um excerto, uma pequena quadra premonitória da obra de Tolkien, “O Senhor dos Anéis: O regresso do Pai”, perdão, “O Regresso do Rei”. A invocação será feita na língua original, Inglês, porque a Lugar-Tenente do meu exército – Leonor, a Brava – obteve 100% na ficha de Inglês escrito e 83% na ficha de “Listening”:

“From the ashes a fire shall be woken

 A light from the shadow shall spring

 Renewed shall be blade that was broken

 The crownless again shall be King”

Obrigado, meus amores! Eu não desisto. Eu vou continuar a Lutar! Por Vocês!

Anúncios

8 thoughts on ““3 anos: a Luta continua!”

  1. Trafulha… a técnica é sempre a mesma: usa os coitados dos filhos para falar de roubos, crimes e fraudes. Fica descansado, a ti vai-te calhar sempre a nona e iras apodrecer nesse buraco! Isso é uma certeza que te dou! O teu destino está escrito (podes consultar no processo) na capa a lápis: “manter preso até limite”.
    Apodrece ladrão, confessa o que roubaste, admite as escutas onde foste apanhado, explica o dinheiro que tinhas para a vida que levavas, ladrao porco…
    Apodrece!

  2. Carrasco, Carrasco, não cuspas para o ar torna-se perigoso.
    Pelo escrito tem a certeza que lhe irá sempre sair a nona? OK, vê-se que faz parte do sistema, essa do lápis (não o azul) diz tudo o que é o sistema judicial.
    Essa do confessa é de bradar aos céus, então quem acusa não tem que provar? a investigação ficou pelas escutas e só deu isso, “vantagem futura”?.
    Caro João de Sousa, para quem é agnóstico fica-lhe bem essas citações bíblicas e denunciar esses falsos que tanto anseiam pela vinda do Papa. Para si, sua esposa e ninhada, a maior sorte do mundo, um dia há-de chegar a Liberdade.

  3. A família é a maior riqueza que temos na nossa vida!
    A sua ninhada não o deixa só!
    Coragem!
    Há-de chegar esse tal dia que tanto deseja!
    Não o conheço, nem de perto, nem de longe, apenas me interessei pelo Blog e vou acompanhando…
    Existem tantos a solta, nem merece mencioná-los! Estão todos cá fora, prejudicaram de grande o nosso país! Mas é assim: Tanto tens, tanto vales; nada tens, nada vales!
    Desejo-lhe sorte!

    • Sim, é verdade. Também não conheço este Sr. e não sei até que ponto as acusações são fundamentadas, mas num Pais em que a denuncia é premiada, seja verdadeira ou falsa, tudo é possîvel. Policias e congéneres e não só em liberdade, não se justifica a prisão deste Sr. Estranho o silencio dos PJ S comentadores do correio do crime, sobre este caso. Do auto denominado “carrasco”, não merece comentários. Desejo-Lhe BOA SORTE

  4. Este carrasco é gay…maricas MESMO só pode!!! Não tenho nada contra…ATENÇAO!
    Mas tanto ódio…tanto veneno…
    Será que queria que alguém lhe fosse ao rabinho e esse alguém não o fez…E agora vem para aqui fazer comentários reles…sinceramente…arranje uma vida! Perde tanto tempo a comentar este blog, respira este blog…qd o sr João sair da prisão qd deixar de escrever no blog, o seu oxigenio puff…fica em apneia…morre! Isto se não morder a língua antes…
    Este carrasco deve ter orgasmos todas as segundas feiras!
    Força Sr. João DE Sousa…
    Tem uma legião a torcer por si e pela sua família.
    Gostei deste texto…bem mais colorido que o anterior…

  5. An initeesrtng dialogue is worth comment. I think that you must write extra on this topic, it may not be a taboo subject but generally persons are not sufficient to speak on such topics. To the next. Cheers

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s